Genealogia Da Moral – Nietzsche

Neste artigo, iremos conversar um pouco sobre a historia genealogia da moral. Sera mais um bate papo mesmo, sobre esse assunto. Iremos abordar este tema , com um aspecto direcionado a visão de Nietzsche. Ele tinha uma visão muito ampla e vários conceitos sobre a moral dos seres humanos uns aos outros. Sempre tinha uma prévia avaliação das coisas olhando de forma mais conceitual. Morava com sua família e tinha o seu inseparável cão saiba mais…

Friedrich Wilhelm Nietzsche foi um filósofo, crítico cultural, poeta e compositor alemão do século XIX. Nascido em 15 de outubro de 1844, e que faleceu em 25 de agosto de 1900. 

 

Estaremos ressaltando alguns pontos , apontados por este pesquisador, que significa e muito para a historia, e para a filosofia da vida.

Iremos alar sobre a transformação da genealogia da moral , que seguir com uma direção da força dos fortes e a fraqueza dos fracos, que em seu desenvolvimento os pobres escravos , foram evoluídos como os pobres e miseráveis do seculo 21 hoje visto , e a força financeira , politica dos senhores que antigamente assim eram vistos , e hoje por proprietários de grandes riquezas intelectuais e patrimoniais , que são possuídas pelos ricos e milionários de hoje.

Desdas antiguidades, haviam a moral dos mais fortes, que eram resolvidas entre as pequenas coisas da época , como por exemplo: em uma disputa pelas mulheres , ou mesmo por comida, no caso a melhor caça. E era certo que , sempre vencia os mais fortes fisiologicamente. Trazendo o que podemos dizer duas castas , para a sociedade humana. Criando assim a moral dos mais fortes, a castas do superiores que iremos selecionar como aristocratas. E a castas do superiores que iremos selecionar como escravos.

Fazendo com que os seres superiores que vemos como aristocratas , passam a julgar e passam a emitir juízos , sobre a vida. Sendo assim , esses juízos , passam assim se impor , sobre os sub julgados.

Conceito De Bom

O que seria o conceito de bom? o conceito de bom , é o conceito do juízo do mais fortes , encima dos mais fracos. Nasce o esse conceito na pré história. Esse é o primeiro de gral do conceito de Nietzsche.

Por impor isso de força que , os mais fortes agem com a força , e batem no peito e diz , os meus atos são bons. Colocando como regra e lei , a sua visão e forma predominante de dominar os mais fracos , submetendo eles as suas ordens. Como vemos hoje em dia , o que a mídia empoem para a sociedade como bom , talvez um corpo perfeito , e ensina como ter cintura fina , mas não nos pergunta se é relevante para mim isso , apenas impõe.

Então o forte , é o criador de valores , ele cria valores,  e ele define o que é o bom. Os aristocratas , seguem esse conceito de fazer , e decidir por si só , o que é bom. Essa casta da sociedade, manda nos demais , colocando a sua existência , não como uma existência , que nos iguala uns aos outros , e todos por um bem comum , e sim , coloca a sua vida como superior aos demais de força menor. Criando assim o conceito do que é bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *